Justiça determina prisão preventiva dos quatros suspeitos de participação no Golpe da Casa Própria

segunda-feira, 20 de abril de 2015

A Justiça decretou a prisão preventiva dos quatros presos envolvidos no golpe da casa própria em Imperatriz. Maria dos Reis Conceição de Sousa, Jéssica Pereira da Silva, a corretora Joelma e um homem identificado como Ronaldo foram presos na última quarta-feira (15), durante operação da Polícia Civil.
Segundo a polícia, Maria dos Reis é dona de uma suposta imobiliária que não possui documentação. Falta ser cumprido, ainda, o mandado de prisão contra Márcia Regina Alves Pereira, que continua foragida.
Para o delegado Carlos Andrade, que investiga o caso desde 2014, existem provas satisfatórias da ação e envolvimento dos presos no golpe, vendendo quase 300 casas na planta, de propriedades que não lhe pertenciam. No inquérito da polícia há certidões negativas e outros documentos, depoimento de pessoas enganadas e dos verdadeiros donos da propriedade.
De acordo com as investigações, os imóveis seriam construídos em dois terrenos, um localizado no bairro Brasil Novo e o outro na avenida Pedro Neiva de Santana. Os imóveis eram oferecidos às vítimas pelo valor de RS 100 mil, a entrada custava R$ 5 mil, e restante seria dividido em até 25 anos, em parcelas no valor de R$ 500.
Ainda segundo a polícia, os clientes eram levados aos terrenos, que foram demarcados pelos golpistas, mas na verdade não pertenciam aos corretores.
Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog do Jhivago Sales - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita