Salve-se quem puder! Polícia Civil entra em greve no Maranhão por tempo indeterminado

sábado, 19 de setembro de 2015

Em assembleia realizada na tarde desta sexta-feira no auditório do Sindicato dos Bancários , em São Luís, os policiais civis do Maranhão decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. Dia 10 de agosto, a categoria encerrou o movimento paredista que já durava uma semana para aguardar uma contraposta do Governo do Estado para suas reivindicações.
A greve anterior da categoria começou dia 3 de agosto e terminou no dia 10 do mesmo mês. Após essa data, os policiais iniciaram o chamado estado de greve, ou seja, a qualquer momento eles poderiam iniciar um novo movimento paredista.
Os policiais civis querem a recomposição salarial tendo como base os vencimentos dos delegados. Atualmente, segundo o Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (Sinpol), os policiais civis recebem aproximadamente R$ 3.900,00, valor que seria equivalente a somente 20% dos salários dos delegados.
Eles reivindicam também melhoria nas condições de trabalho, reestruturação do subsídio com base nas tabelas apresentadas pelo governo, além de aumento do efetivo e investimento nas áreas de tecnologia e inteligência.
Na ocasião, cerca de 1.800 policiais, segundo o Sinpol, aderiram ao movimento, que suspendeu o atendimento em delegacias e impediu que os cidadãos efetuassem procedimentos comuns, como registros de ocorrência, por exemplo.
Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog do Jhivago Sales - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita