Assassino é condenado há mais de 20 anos de prisão

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

O Tribunal do Júri, em Estreito, condenou Nivaldo Arruda dos Santos, mais conhecido como Toco, a 20 anos e seis meses de prisão por ter matado e ocultado o cadáver de Rosineide Arruda dos Santos. O crime aconteceu em fevereiro de 2011.
Nivaldo era sobrinho da vítima e, segundo os autos, o crime foi motivado por uma discussão entre a vítima e o réu, que aconteceu antes do crime. O Conselho de Sentença confirmou a materialidade e a autoria delitivas e rejeitou, por maioria, a tese da defesa de negativa de autoria.
O Conselho de Sentença também reconheceu a qualificadora do recurso que impossibilitou a defesa da vítima no homicídio. De acordo com informações do fórum, o caso não teve uma repercussão muito grande na cidade de Estreito, uma vez que o crime foi cometido no município de São Pedro dos Crentes.
Nivaldo recebeu a pena de 20 anos e seis meses de prisão, a ser cumprida, inicialmente, em regime fechado, na Unidade Prisional de Ressocialização de Porto Franco. O julgamento foi realizado na Câmara de Municipal de Estreito. Além do juiz Frederico Feitosa de Oliveira, titular de Estreito, atuou no julgamento o promotor Carlos Róstão Martins. A defesa do acusado foi feita por Sandro Queiroz da Silva.
Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog do Jhivago Sales - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita