SSP admite falha e equívoco em operação que prendeu mais de 100 pessoas durante festa, nenhum era membro de facção ou mesmo tem passagens pela polícia

terça-feira, 20 de outubro de 2015

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) do Maranhão admitiu hoje (19), por meio de nota, que cometera um grande equívoco ao prender, na noite de ontem (18), mais de 100 pessoas que estavam numa festa, no São Cristóvão, em São Luís (reveja).
A Polícia Militar acreditava tratar-se de uma festa organizada por uma facção criminosa com atuação na capital.
A averiguação da Polícia Civil, no entanto, mostrou que “nenhum dos adultos tinha passagem pela polícia ou nome em cadastros de registros policiais”.
Por conta disso, todos foram liberados na manhã desta segunda.
As únicas ocorrências registradas foram de consumo de drogas e a presença de menores no local.
Crise
A atuação da PM no caso abriu uma pequena crise com a Polícia Civil. Integrantes da Seic, para onde os 180 “membro de facção” foram levado, reclamam que precisaram mobilizar grande efetivo para “fichar” os suspeitos, além de abarrotar delegacias com os casos denunciados.
Como trabalharam durante toda a madrugada – alguns até a manhã de hoje -, investigadores, escrivães e delegados, que trabalhariam normalmente nesta segunda-feira, precisaram ganhar folga.
Há várias delegacias desfalcadas por conta disso.
O caso foi considerado tão grave pela cúpula da SSP que o Superintendente de Investigações Criminais, André Gossain, concederá entrevista coletiva hoje à tarde para esclarecer o fato.
Compartilhar esta notícia :
 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog do Jhivago Sales - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita