Duas pessoas são vítimas fatais em dois acidentes na BR 010

sábado, 21 de janeiro de 2017

Dois graves acidentes de trânsito foram registrados nesta sexta-feira (20), na BR 010, no município de Campestre do Maranhão.

O primeiro ocorreu no fim da tarde quando o condutor de uma Hillux aquaplanou na pista devido forte chuva que caia na região, ele acabou perdendo o controle do veículo, saindo da pista e capotou, o condutor identificado como Lúcio Flávio Texeira Pereira, 23 anos, sacou do veículo e veio a óbito e uma mulher sofreu ferimentos graves e foi socorrida.

Já na noite, outro acidente com vítima fatal também na BR 010, um jovem identificado como Antônio Linhares de Sousa, 23 anos, colidiu a motocicleta que pilotava contra um caminhão e não resistiu ao ferimentos e veio óbito no local.

Polícia militar prende foragido da justiça em Imperatriz

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

A polícia militar prendeu um homem foragido da justiça identificado como Cheilon Costa da Silva, 27 anos. Ele foi preso no bairro Santa Rita, em Imperatriz.

A prisão aconteceu após uma abordagem de rotina realizada pelos policiais da área, que após verificar o sistema constatou que havia três mandatos de prisão expedido em desfavor Cheilon.

Segundo os policiais, Cheilon estava na companhia de outro homem em situação suspeita, ao se aproximarem pra fazer a abordagem, Cheilon Costa ainda tentou fugir, mas foi capturado.

Dentre os mandatos de prisão, um deles é por um homicídio contra um amigo dele.

Jovem morre após ser atropelada por caminhão em Imperatriz

Um grave acidente de trânsito envolvendo um caminhão e uma ciclista, aconteceu na manhã desta sexta-feira (20), deixando uma vítima fatal, em Imperatriz.

A vítima identificada cada como Ana Luiza Xavier, 25 anos, foi atropelada no cruzamento das ruas São Sebastião com Euclides da Cunha, no bairro Vila Nova.

A jovem estava trafegando de bicicleta quando foi atropelada por um caminhão, que teria avançado a preferencial. Segundo informações de populares, o condutor do caminhão ainda teria tentado prestar socorro a vítima, mas ela não resistiu e veio a óbito no local do acidente.

Após a perícia, o corpo da vítima foi removido para o IML de Imperatriz e posteriormente será liberado aos familiares.

Vereador Ditola Castro solicita ao prefeito Assis Ramos instalação da UPA no Bacuri, em Imperatriz

A convite do vereador Ditola Castro (PEN), o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, visitou, na manhã desta sexta-feira, 20, as unidades de saúde e ruas do bairro Bacuri, ocasião em que o parlamentar antecipou ao gestor solicitações que fará oficialmente através de indicações tão logo se inicie o período legislativo.

A principal reivindicação do vereador é que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) conseguida nesta semana pelo prefeito junto ao Ministério da Saúde seja instalada no bairro Bacuri, no prédio onde funciona o Centro de Saúde, na praça Dilermano Reis, também conhecida como Praça da Viola.

O vereador justifica sua reivindicação com o fato de o Centro e a região norte da cidade já contarem com UPAs, a da Bernardo Sayão e a do São José,  e os moradores da parte sul, que representam um terço de toda a população do município, terem que se deslocar muitos quilômetros para serem atendidos, nessas unidades ou no Socorrão.

“Uma UPA no Bacuri atenderia os bairros São José do Egito, Bacuri, Leandra, Parque do Buriti, Anhanguera, Vilinha, Parque Alvorada I e II, Nova Vitória, Vila Vitória, Vila Davi II, Itamar Guará e adjacências”, argumenta o vereador. Juntos, esses bairros têm mais de 80 mil habitantes, um terço da população do município.

Ditola demonstrou ao prefeito Assis Ramos que haveria, ainda, uma grande economia de tempo e dinheiro, pois o prédio do Centro de Saúde precisaria apenas de uma reforma para adaptação, pois foi construído inicialmente para ser um hospital. Tem dois pisos e, pela sua dimensão, seria a maior UPA da cidade, com investimento inferior aos demais. Ele argumentou, também, que a Unidade Básica de Saúde (UBS) que funciona ao lado, poderia ser transferida para o mesmo prédio, reduzindo mais ainda as despesas.

O vereador e o prefeito visitaram também uma obra paralisada no Parque do Buriti, onde deveria estar funcionando uma UBS, e pediu ao gestor que retomasse a construção para que o bairro pudesse contar com mais essa unidade de saúde. Nessas visitas, Ditola e o prefeito foram acompanhados pelo vereador Bebé Taxista, também do PEN, que reforçou os pedidos do seu companheiro de partido.

Com 40 anos, imperatrizense, nascido e sempre residente no bairro Bacuri, o vereador Ditola obteve 1.650 dos 1.954 votos de sua eleição no Grande Bacuri. Dos novos vereadores, foi o mais votado, sendo o oitavo colocado na votação geral.

‘Sem ele, não teria havido a Lava Jato’, afirma Sérgio Moro sobre Teori

O juiz Sergio Moro, responsável pela Lava Jato, disse que o ministro Teori Zavascki é “um herói brasileiro” e que “sem ele, não teria havido a Operação Lava Jato”. Zavascki era o relator da operação no Supremo Tribunal Federal (STF).

“Estou perplexo. Minhas condolências à família. O ministro Teori Zavascki foi um grande magistrado e um herói brasileiro. Exemplo para todos os juízes, promotores e advogados deste país. Sem ele, não teria havido a Operação Lava Jato”, disse o juiz.

Ele afirmou, ainda, que espera que “seu legado, de serenidade, seriedade e firmeza na aplicação da lei, independente dos interesses envolvidos, ainda que poderosos, não seja esquecido.”

Deu na Veja

Caema substitui trecho rompido da adutora e o reabastecimento de água poderá voltar ao normal nas próximas horas em Imperatriz

Antes tarde que nunca! A equipe de operários que trabalhou na recuperação da principal adutora de captação de água finalizou o trabalho por volta de meia noite desta sexta-feira (20), em Imperatriz.

Desta vez, ao invés de fazerem uma "gambiarra" que não tinha suportado por duas vezes, a Caema resolveu fazer a substituição do trecho rompido da adutora com afixação por junta mecânica.

E parece que deu certo.

O bombeamento de água iniciou ainda na madrugada e segundo a Caema os bairros mais próximos, a exemplo do Parque do Buriti e Bacuri, já teria voltado ao normal o reabastecimento de água.

Segundo o presidente da Caema, o prazo estabelecido para reestabelecer o abastecimento de água é até 12h, desta sexta-feira (20).

Porém, até o momento desta postagem no centro da cidade ainda não voltou o normal o abastacimento de água.

Hoje (20) entra no quinto dia sem água na cidade e tem provocado transtornos a população que se viu voltar ao século passado carregando lata d'água na cabeça. Mas, vamos torcer para que nenhum imprevisto aconteça e a população tenha de volta água nas torneiras.

Filho de Teori Zavascki confirma morte do pai, após queda de avião no litoral do Rio de Janeiro

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Teori Zavascki morreu na tarde desta quinta-feira (19), aos 68 anos, após a queda de um avião em Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro. A morte de Teori foi confirmada pelo filho do magistrado Francisco Zavascki em uma rede social.

Às 18h05, o filho do ministro, Francisco Prehn Zavascki, escreveu no Facebook: "Caros amigos, acabamos de receber a confirmação de que o pai faleceu! Muito obrigado a todos pela força!". Às 17h22, ele já havia publicado: "Amigos, infelizmente, o pais estava no avião que caiu! Por favor, rezem por um milagre".

No meio da tarde desta quinta, chegou ao STF a informação de que o nome do ministro estava na lista de passageiros da aeronave que caiu no litoral fluminente. A lista foi entregue para a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, e também para o presidente da República, Michel Temer.

A Infraero informou que a aeronave prefixo PR-SOM, modelo Hawker Beechcraft King Air C90, decolou às 13h01 do Campo de Marte, na capital paulista. O avião é de pequeno porte e tem capacidade para oito pessoas.
A Anac informou que a documentação da aeronave estava em dia, com o certificado válido até abril de 2022 e inspeção da manutenção (anual) válida até abril de 2017.

O dono e operador da aeronave é o Hotel Emiliano, segundo informações de abril de 2016 disponíveis no Registro Aeronáutico Brasileiro, documento divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que reúne uma relação de todas as aeronaves brasileiras certificadas pela Anac.

Deu no G1

"Estamos torcendo por um milagre", diz filho de Teori Zavascki

A família do ministro do Supremo Tribunal Federal e relator dos processos da Lava Jato que correm no STF, Teori Zavaski, diz esperar por um milagre depois das informações de que o voo em que ele estava caiu no litoral de Paraty, na região sul do estado do Rio de Janeiro.

"Ele estava a bordo e estamos torcendo por um milagre", disse Francisco Zavascki, filho do ministro, à BBC Brasil.

Ele também confirmou no Facebook que seu pai embarcou na aeronave e pediu orações.

Avião cai com relator da lava jato, ministro do STF, Teori Zavascki, no Rio de Janeiro

O presidente Michel Temer foi informado de que o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki está na lista dos passageiros do avião que caiu nesta quinta-feira no mar próximo a Paraty, próximo a Ilha Rasa, na Costa Verde do Rio de Janeiro.

Assessores do Supremo Tribunal Federal (STF) receberam informação que Zavascki está na lista de passageiros. O avião saiu de São Paulo. Não há informação sobre o número de passageiros, ou se houve sobreviventes. A família do ministro já foi informada, além do presidente Michel Temer e da presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, que busca informações sobre os passageiros.

O Corpo de Bombeiros informou que pelo menos três pessoas estão dentro do avião. A aeronave saiu do Campo de Marte, em São Paulo (SP), e tinha como destino a cidade de Paraty. O acidente ocorreu por volta das 13h30m. Segundo a assessoria do Corpo de Bombeiros, um dos tripulantes chegou a ser encontrado com vida, mas acabou não resistindo. Os outros dois já estavam mortos.

Mergulhadores do Grupamento Marítimo da Barra estão se deslocando até o local de helicóptero para ajudarem no resgate. A aeronave pertencia ao empresário da construção civil Carlos Alberto Filgueiras, dono do Hotel Emiliano, de São Paulo. Os corpos ainda não foram identificados.

O avião, que é de pequeno porte com capacidade para oito pessoas, está praticamente submerso, o que dificulta na retirada dos corpos. Por este motivo, houve a necessidade do apoio da equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros. Mais dois fatores complicam o trabalho dos militares: as águas no local da queda da aeronave são turvas e o avião ficou bastante retorcido com o impacto com o mar.

Além dos bombeiros, militares da Capitania dos Portos e da Polícia Militar estão no local dando apoio às buscas. Moradores da região disseram que sentiram um forte cheiro de combustível no momento do acidente. A assessoria do Corpo de Bombeiros informou que um equipamento com um guindaste está se deslocando para a região, a fim de tentar retirar o avião do mar.

Uma equipe do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) também está no local para investigar o que causou o acidente.

AERONAVE DECOLOU ÀS 13H01M

Segundo a Infraero, o avião que caiu em Paraty, de matrícula PR-SOM, modelo Hawker Beechcraft King Air C90, partiu do aeroporto de Campo de Marte, em São Paulo, às 13h01m. A assessoria o aeroporto, que serve para pousos e decolagens basicamente de aeronaves particulares, não divulgou quem estaria na aeronave.

A assessoria do Grupo Emiliano, que é a proprietária do avião, confirmou o acidente mas não deu talhes de quem estava a bordo.

Teori é o relator da Operação Lava-Jato no Supremo. Indicado pela presidente Dilma Rousseff, Teori assumiu o cargo de ministro do Supremo em 2012. Antes disso, foi ministro do Superior Tribunal de Justiça. Formou-se em Direito em 1972, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde fez mestrado e doutorado.

Deu no G1

O povo de Imperatriz não merece isso Flávio Dino...

Governador! O povo de Imperatriz, não merece isso.

Na noite de ontem, por volta das 21h, o presidente da Caema, Davi Teles, gravou um vídeo as margens do local onde ocorre a recuperação da adutora garantindo ao povo que em algumas horas o serviço de abastecimento de água estaria reestabelecido.

Diante das palavras do chefe da Caema, a população imperatrizense dormiu sem água com a esperança de ao acordar poder abrir o chuveiro e tomar um banho, fazer um cafezinho como há dias não pode ser feito, mas infelizmente ao abrir as torneiras nenhuma gota de água, apenas mais uma falácia do governo do gogó.

Nem mesmo o próprio governador comunista, Flávio Dino (PCdoB), que esteve em Imperatriz nesta quarta-feira (18), teve a decência e a sensibilidade de ir até o local vistoriar o problema provocado pela incompetência de um órgão do seu governo e determinar a solução do problema que está tentando resolver através de "gambiarras", que não funcionou por duas vezes.

E infelizmente é assim que Flávio Dino vem tratando a população imperatrizense, logo esse povo que lhe deu em 2014, mais 84% dos votos, totalizando quase 100 mil votos imperatrizenses.

Mas, 2018 vem aí é o povo saberá retribuir tudo isso ao governo comunista.

É aguardar o troco, os imperatrizenses são bons nisso...

Ao lado do povo, vereadora "sente na pele" a incompetência da Caema e a inoperância do governo comunista em Imperatriz

Ao lado da população, a vereadora Terezinha Soares (PSDB), que antes ser de política é uma cidadã como qualquer outro (a) imperatrizense, também está "sentindo na pele" a incompetência da Caema para solucionar um problema ocasionado pela própria incapacidade do órgão de execer um trabalho de qualidade em Imperatriz.

A vereadora esteve ao lado da população também enchendo baldes com água para realizar atividades domésticas, bem como de higiene pessoal de praxe de todos cidadãos.

Uma situação difícil enfrentada por todos imperatrizenses, inclusive pelas autoridades, devido a incompetência da Caema e a inoperância do governo comunista.

Caema emite nota esclarecimento, mas não diz quando o reabastecimento de água voltará ao normal em Imperatriz


Sobre a falta de água no município de Imperatriz, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) informa que:

1) A falta de água é decorrente de rompimento na adutora de 900mm, a principal da cidade, localizada no Parque Buriti;

2) Desde o ocorrido, a Companhia tem trabalhado incessantemente para efetuar os reparos necessários e restabelecer o abastecimento;

3) Os reparos começaram imediatamente, perduraram por toda a madrugada e ainda continuam, mesmo com as fortes chuvas, para que o abastecimento seja restabelecido tão logo o trabalho seja finalizado.

Em defesa de Imperatriz, deputado Wellington solicita URGÊNCIA por parte da Caema para solucionar o problema de água

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) apresentou, nesta quinta-feira (19), indicação solicitando providências para solucionar o problema referente à falta d'àgua na cidade de Imperatriz. O documento será encaminhado em caráter de URGÊNCIA ao Governador do Maranhão e ao diretor da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema).

A solicitação do deputado Wellington faz referência às várias denúncias feitas por moradores de diversos bairros da cidade, já que a solda feita por técnicos da Caema na adultora não resistiu à força d'água e foi rompido novamente.

"Nosso gabinete recebeu várias denúncias e solicitações feitas pelos moradores de diversos bairros. Ontem, por volta das 22h, foi anunciado pela Caema que os trabalhos tinham sido concluídos com sucesso. Diante disso, o reabastecimento iria começar ainda na madrugada. No entanto, o serviço feito com solda não resistiu à força d'água. Por isso, deixamos aqui a nossa solicitação, para que a Caema adote uma providência EMERGENCIAL para resolver o problema, já que quem padece com a falta d'água é a população", disse Wellington.

O deputado Wellington destacou ainda a possibilidade da realização de uma audiência pública que poderá acontecer no início de fevereiro, para discutir a problemática da falta d'água, atendendo às reivindicações dos moradores.

"Várias foram as reclamações  e denúncias que recebemos nos últimos 5 dias, oriundas de Imperatriz, que implicarão em uma audiência pública, que realizaremos no início de fevereiro na cidade. Nosso objetivo é conseguir medidas que solucionem o problema que tanto afeta a população", afirmou Wellington.

Esse não é o primeiro posicionamento do deputado Wellington de cobrança de melhorias no serviço de fornecimento de água para a população. O parlamentar tem uma preocupação constante e já se posicionou solicitando a anulação dos contratos com a Odebrecht, em São José de Ribamar e Paço do Lumiar (péssima prestação de serviço de fornecimento de água); realizou audiência pública solicitando a convocação dos aprovados no concurso da Caema, além de várias proposições, a exemplo da indicação Nº 522/2015 que solicita ao Governo do Estado e a Caema a execução do "Programa Água para todos" na Vila Parati, em Imperatriz.

Incompetência! Gambiarra realizada pela Caema na adutora rompe pela segunda vez e população segue sem abastecimento de água em Imperatriz

A população imperatrizense entra no seu quarto dia sem abastecimento de água. A principio o diretor da Caema anunciou que em dois dias o problema estaria resolvido, porém já estamos no quarto dia e não há previsão de quando voltará o reabastecimento de água em Imperatriz.

O problema foi ocasionado pela incompetência tanto do governo, da Caema quanto do operador. Acidentes acontecem, mas uma obra de tamanha magnitude deveria haver um planejamento e conhecimento da rede de abastecimento para que pudesse ser evitado esse tipo de transtorno.

Desta forma, chegamos a concluir que o colapso foi provocado por uma barbeiragem do operador da retroescavadeira, possivelmente em mais um trabalho sem planejamento e pessimamente planejado, comprovando assim a incompetência do governo e da Caema.

Durante a tentativa de solucionar o problema causado por incompetência, a Caema consegue comprovar o quanto é incompetente, simplesmente por não medirem a força da pressão da água, a gambiarra feita pela Caema na adutora não resistiu pela segunda vez e o problema continua sem solução é o povo sem água nas torneiras.

Dizem que errar uma vez é humano, agora insistir no erro é "burrice", ou seja, pura incompetência da Caema, bem como do Governo Flávio Dino.

A incompetência da Caema e do governo está no planejamento, na gestão, na qualidade do serviço e da água. Um absurdo, em plena o século XXI, o órgão nunca ter uma peça de reposição e muito menos um plano de recuperação de desastres.

O certo é que enquanto a Caema insistir em solucionar o problema com gambiarras, a adutora não resistirá e voltará a romper-se. E o povo continuará pagando o alto preço de ficar sem o abastecimento de água em Imperatriz.

Waldir Maranhão cobra fatura de Flávio Dino por presepada e voto contra o Impeachment

O deputado federal Waldir Maranhão (PP) fez uma revelação a O Estado de S. Paulo que deixou ressabiados membros do grupo político liderado pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

Maranhão afirmou ter interesse na disputa pelo Senado da República e disse ao veículo paulista que teve a vaga prometida pelo governador do estado, em troca de seu voto contra a admissibilidade do processo de impeachment da ex­presidente Dilma Rousseff (PT).

Ocorre que no grupo de Flávio Dino há também outros interessados na disputa às duas vagas que serão abertas. O deputado federal Weverton Rocha (PDT), o deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB) e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho (PDT), que, apesar do silêncio, tem sido citado por aliados.

Mas a reflexão à qual a coluna se propõe na edição de hoje diz respeito também a outro fator, não menos importante, e instigante, em todo esse contexto.

A habilidade (ou falta dela) na articulação política de Flávio Dino.

Oferecer apoio na disputa ao Senado dois anos antes da eleição ­ àquela altura do campeonato ­, ao polêmico Waldir Maranhão, em troca de um voto no processo de impeachment da ex­presidente somente escancara hoje o desespero do governador naquela ocasião, para tentar mostrar­se articulado à então presidente Dilma e ao ex­presidente Lula (PT).

Ora, Dino não havia conseguido mobilizar a bancada federal contra o processo nos seis meses que antecederam a apreciação da matéria. Fixou­se em Brasília na semana decisiva e acreditou que oferecendo o seu “prestígio político” ao controverso Waldir Maranhão reverteria o quadro.

Resultado: saiu como um dos governadores mais derrotados daquele processo. Dos apoiadores de Dilma, foi o governador que talvez conseguiu apresentar menor número de votos de bancada à petista.

A promessa de apoio ao Senado ao vice­presidente da Câmara foi, na verdade, a última cartada do governador naquela fatídica semana.

E a fatura já está sendo cobrada...

Da Coluna Estado Maior

Em Brasília, Assis Ramos consegue recursos para construção de uma UPA, um novo Socorrão e instalação de um aterro sanitário para Imperatriz

O prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, retornou, ontem, de Brasília, depois de um dia de reuniões na Esplanada dos Ministérios para tratar de duas das principais questões com as quais diz ter se deparado nas duas primeiras semanas da sua gestão: a Saúde e a destinação final do lixo da cidade.

Para a Saúde, trouxe a garantia de recursos para mais uma Unidade de Pronto Atendimento, UPA, e a promessa de que terá meios para construir um novo “Socorrão”. Do Meio Ambiente, a certeza de que o município tem assegurados valores para a instalação de um aterro sanitário.

Assis foi à Capital Federal acompanhado do secretário Alair Firmino, da Saúde, depois de ter sido agendado com o Ministro Ricardo Barros, da Saúde, pela ex-governadora Roseana Sarney. Lá ele esteve acompanhado de outro ministro, o do Meio Ambiente, Sarney Filho.

“Era inadiável a necessidade de levarmos a Brasília a dura realidade da Saúde de Imperatriz, setor que praticamente inviabiliza toda a administração da cidade, porque se tornou depósito de todas as demandas de cerca de cem cidades de três estados do nosso entorno”, salientou Assis.

De Ricardo Barros o prefeito imperatrizense obteve R$ 1,5 milhão para a construção de uma nova UPA e a garantia de que o município receberá recursos para construir um novo “Socorrão” tão logo apresente um projeto para essa obra.

“Como isso demanda tempo, o ministro ficou de nos enviar, no máximo até a primeira semana de fevereiro, uma espécie de força-tarefa para ver in loco a situação do Hospital Municipal, definir métodos e recursos emergenciais, bem como para estabelecer com todos os prefeitos das cidades usuárias um modelo de consórcio de sustentação que já se utiliza em outras regiões do País”, informou Assis Ramos.

O ministro do Meio Ambiente, o maranhense Sarney Filho, ficou de, além de monitorar providências para a Saúde de Imperatriz, viabilizar recursos para a implantação do aterro sanitário definitivo da cidade que vai substituir o lixão da Estrada do Arroz, modelo ultrapassado que tem o prazo para ser extinto: outubro de 2019.

“Esse processo do aterro da cidade tem etapas de implantação que já deveriam estar sendo cumpridas há pelo menos três anos. Vamos correr contra o tempo, sob pena de, daqui a dois anos, estarmos fora de todas as transferências de recursos federais, inclusive do Fundo de Participação e o Fundef”, lembrou Assis.

Welligton Gouveia assume Fundação Ulysses Guimarães no Maranhão

Com a saída de Assis Filho para assumir a Secretaria Nacional da Juventude, a Fundação Ulysses Guimarães no Maranhão elegeu Welligton Gouveia, como seu novo presidente para dar continuidade ao programa de formação política pelo estado.

Professor de formação, Wellington Gouveia é especialista em Docência do Ensino Superior e Gestão Educacional. Gouveia foi presidente da UMES de São Luís em 2004, sendo reeleito em 2006. Já foi presidente da juventude do PMDB da capital, partido que milita desde 2009 e exerce cargo na executiva do diretório municipal de São Luís.

Aliado do senador João Alberto e dos deputados João Marcelo e Roberto Costa, o novo titular da FUG, assume e promete dar continuidade às ações atuais e ampliar a formação política para o maior número de municípios.

Atualmente, o Maranhão é referencia em todo o Brasil com o programa de formação política, tendo, nos últimos dois anos, alcançado 17 mil alunos em seus cursos. Promovendo, por meio da atividade política, a transformação social, intermediando a capacitação dos cidadãos, fomentando o surgimento de novos líderes.

O novo presidente da FUG-MA, Welligton Gouveia, afirmou que será um grande desafio dar continuidade ao trabalho deixado por Assis Filho, mas garante que focará sua gestão nas parcerias com instituições de educação, realizando seminários para espalhar o conhecimento por todo o Maranhão.

“Vamos enfrentar a violência com políticas públicas”, diz Assis Filho ao 247

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

A chegada do jovem maranhense ao primeiro escalão do Governo Federal foi marcada por muita polêmica e acusações diversas, alguma delas até exageradas. Evidente que Assis Filho sofre uma atiraria pesada de adversários maranhenses, muitos deles ligados à movimentos e entidade de juventudes que não tiveram o mesmo êxito do articulado e competente peemedebista.

Assis Filho é advogado de formação, especialista em direito administrativo e pós-­graduando em direito eleitoral, membro da Comissão de Jovens Advogados da OAB/MA e professor de Direitos Humanos e Direito Administrativo da Universidade Estadual do Maranhão.

A seguir a íntegra da entrevista:

Você se sente incomodado com as denúncias que pesam contra sua nomeação para a Secretaria Nacional de Juventude?

A OAB entende que nós estávamos no exercício da nossa profissão e a Justiça não aceitou a denúncia, então não há o que se falar em réu no processo. Eu assumi a Secretaria de Cultura e Juventude de Pio XII no dia 15 de dezembro de 2014 e fiquei até o dia 10 de fevereiro de 2016. Em ato seguinte eu assumi a Procuradoria Geral do município. Eu assumia um cargo e pedia a exoneração do outro. Não houve acúmulo de funções e eu tenho todas as portarias que comprovam isso. O Ministério Público não pode confundir o advogado com o cliente. A OAB do Maranhão esteve em Pio XII logo depois que o meu nome foi colocado na representação da possível improbidade administrativa junto com outros dois advogados e fez um ato de repúdio pelo abuso de autoridade. Quem faz a defesa da representação contra mim e outros advogados é a própria OAB-MA, e já foi solicitado o desmembramento do processo, para que a análise seja separada. A Justiça não se manifestou ainda, portanto não se pode considerar que sou réu do processo e por isso eu me sinto perfeitamente tranquilo em assumir a Secretaria Nacional de Juventude, com muita disposição para trabalhar e ajudar o Brasil a crescer. A nossa missão na SNJ é contornar todos os obstáculos e buscar fazer um grande trabalho, porque é isso que a juventude brasileira está precisando neste momento.

O ex-secretário Bruno Júlio caiu por conta de declarações polêmicas à luz da crise no sistema prisional brasileiro. Como você vê essa questão e qual a sua opinião sobre o direitos humanos nesse processo?

A opinião do ex-secretário é uma opinião de caráter pessoal dele. Eu, como professor de Direitos Humanos da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), por formação acadêmica e por formação de militância social, acredito que violência não é combatida com violência. A gente precisa enxergar os seres humanos a partir do princípio da igualdade. E é com base nisso que nós vamos respeitar a condição humana de todos os jovens brasileiros e buscar tratar todos de igual modo e vamos enfrentar a violência com políticas públicas.

Quais serão as primeiras medidas que você tomará no exercício do cargo?

A nossa gestão será uma gestão dialogada com a sociedade civil, nós vamos buscar reativar o Conselho Nacional de Juventude (Conjuve), porque nós acreditamos que as ações de governo precisam estar em perfeita sintonia com a sociedade. E o Conselho Nacional de Juventude, do qual fiz parte – portanto, tenho todo o respeito pelos movimentos sociais, pela sociedade civil –, será um grande parceiro da nossa gestão na elaboração, na discussão e na implementação dessas políticas. Nosso primeiro passo é buscar um diálogo permanente e direto com a sociedade brasileira. E as orientações do presidente Michel Temer são claras: é papel e dever da SNJ criar espaços e caminhos para que a nossa juventude deixe de ser vista apenas como o Brasil do futuro. É a juventude que constrói e cada vez mais construirá o país de hoje, de agora. Nós vamos dar continuidade ao projeto do ID Jovem, que é um programa voltado para jovens pobres, que beneficiará mais de 16 milhões de brasileiros, através de uma plataforma digital a que eles podem se cadastrar e, com isso, ter acesso à meia entrada em eventos culturais e esportivos e à passagem interestadual gratuita, duas por cada viagem de cada ônibus ou trem convencional. Tem também um projeto chamado Estação Juventude e os programas Plataforma Juventude Segura, Inova Jovem, Jovem Empreendedor e o Plano Nacional de Startups.

Como se deu a indicação de seu nome para o cargo?

Receber o convite do presidente Michel Temer para assumir a Secretaria Nacional da Juventude é uma enorme honra e uma imensa responsabilidade para mim. A importância que a SNJ recebe hoje do governo federal é a concretização do esforço de anos de lutas e demandas da juventude brasileira por mais oportunidades e protagonismo na construção deste novo Brasil. Eu sou professor, sou advogado por formação, sou da Juventude Nacional do PMDB e eu acredito que o governo nos nomeou em consideração à nossa atuação social e política. Mas eu acredito muito que o governo não nos levou a assumir esta posição por indicação política de fulanos ou beltranos. Acho que ele respeitou o espaço da juventude e buscou valorizar a nossa militância e o nosso trabalho. Eu fui membro do Conselho Nacional de Juventude e participei das três Conferências Nacionais de Juventude também. Eu acredito que a experiência com a temática fez com que o governo entendesse que era necessário a militância social participar do governo.

Luis Fernando reforça Transporte Escolar em Ribamar…

O prefeito Luis Fernando Silva (PSDB) recebeu na manhã desta terça-feira (17) um ônibus para o transporte de alunos em São José de Ribamar.

A entrega foi feita pelo governador Flávio Dino (PCdoB) em solenidade no Palácio Henrique de La Roque.

Adquirido por meio de parceria do Governo do Estado com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o veículo tem capacidade para comportar 29 estudantes sentados, com possibilidade de ser equipado com plataforma elevatória veicular e atender todas as normas de segurança estabelecidas pelo Ministério da Educação.

Além de São José de Ribamar, outros 17 municípios foram contemplados.

"É uma comprovação de que existe uma parceria do governo estadual com os municípios, para ajudar no esforço de resolver um problema que o município não tem como resolver sozinho, que é a questão do transporte escolar", disse Luis Fernando.

Outras ações

Desde o primeiro dia do ano, quando tomou posse no cargo de prefeito, Luis Fernando tem dedicado também total atenção à questão da Educação. Apesar do ano letivo passado ter sido concluído apenas no último dia 14, as aulas em 2017 começarão pontualmente no dia 1º de fevereiro.

"Vamos voltar com as aulas na data certa e trabalhar diuturnamente para melhorar a qualidade na educação, dispensando total atenção à regularidade no transporte escolar e à qualidade na merenda escolar e no ensino ofertado pelo município", disse o prefeito durante entrevista na solenidade no Palácio Henrique de La Roque.

De acordo com a secretária de educação, Carla Véras, apesar da burocracia que os inícios dos governos costumam sofrer, todas as providências estão sendo tomadas para que tudo ocorra da melhor forma em prol da qualidade do ensino.

"As matrículas e rematrículas já iniciaram e já conseguimos também começar obras de reparos em algumas escolas para que no dia 1º possamos ter a retomada do calendário da melhor forma possível", afirmou Carla Véras.

Inep divulga notas do Enem, confira a sua!

As notas com os resultados individuais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 foram divulgadas nesta quarta-feira (18). Para ter acesso, o estudante precisa digitar CPF e senha no site http://enem.inep.gov.br/participante. O resultado também pode ser conferido pelo aplicativo oficial do Enem.

Logo após a divulgação, a página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apresentou instabilidade. No Twitter, usuários afirmavam que não conseguiam verificar as notas.

Por volta das 12h, a presidente do Inep, Maria Inês Fini, confirmou o problema durante entrevista coletiva de imprensa em Brasília. “A consulta está à disposição embora nosso site esteja sofrendo inúmeros ataques de pessoas que torcem contra a educação brasileira”, disse Maria Inês Fini.

A presidente do Inep não deu detalhes de como ocorreram ou quem seriam os responsáveis pelos atos contra o site. “Estamos reagindo a esses ataques, tentando recuperar e colocar novamente no ar”, afirmou Maria Inês.

Segundo o site “Is it down right now”, que acompanha a estabilidade de serviços conectados, a página enem.inep.gov.br chegou a ficar fora do ar para todo mundo.

O problema no acesso começou por volta das 11h30.

 
Produzido por Dicamax Tecnologia e Comunicação | Portfólio | Serviços
Copyright © 2014. Blog do Jhivago Sales - Todos os Direitos Reservados
Entre em contato conosco para críticas e sugestões
Ficamos muito felizes com sua visita